Vereador questiona prefeitura sobre Plano de Arborização
Além das ações em decorrência de temporais, Ishy também indaga sobre ampliação da cobertura arbórea em Parques
Elias Ishy também indaga sobre ampliação da cobertura arbórea em Parques 
Foto: Valdenir Rodrigues/CMD
05/11/2021 09:05


 

O vereador Elias Ishy (PT) questionou a prefeitura sobre o Plano Diretor de Arborização Urbana (PDAU). Além das ações em decorrência dos temporais, ele também indaga sobre a ampliação da cobertura arbórea em parques municipais. O requerimento foi encaminhado na sessão do dia 27 de outubro, mas a cobrança sobre a efetivação já vem sendo realizada há anos - pelo menos desde 2012.

O parlamentar explica que esse é o instrumento de planejamento que aponta as diretrizes necessárias para orientar a política de plantio, preservação, manejo e expansão das árvores. Em 2017, inclusive, Ishy foi propositor de uma Audiência Pública para tratar do assunto e participou de oficinas sobre o plano na última gestão, por iniciativas do IMAM - Instituto de Meio Ambiente.

Neste ano, Ishy quer saber se a prefeitura registrou a quantidade de árvores caídas devido aos temporais de outubro. Destas árvores, ele pergunta quantas já tinham sido detectadas a necessidade de corte e remoção devido às más condições fitossanitárias e se houve parcerias e/ou contratação de serviços para esses serviços. O vereador também interroga sobre o custo estimado nesta ação e para que a administração especifique os gastos realizados.

Quanto ao PDAU, aprovado em 2020, o documento prevê projetos de arborização a serem executados no decorrer da sua vigência. O parlamentar pergunta como está a implementação do plano e das metas previstas, o que foi executado e como está a organização da gestão para a sua efetivação.

Já em relação aos parques urbanos, Ishy indaga se existe algum projeto ou iniciativa de arborização para a ampliação da cobertura arbórea de áreas verdes e se a prefeitura implementou ações de plantio para criação de florestas, bosques e/ou recuperação de áreas ambientais degradadas. Se sim, por fim, ele pede para especificar onde e a quantidade plantada.

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.