Projeto institui semana de Libras no calendário de eventos do município
Para autor do PL, o reconhecimento e valorização das pessoas que compõe a comunidade surda são essenciais para que possamos avançar enquanto sociedade
Participantes da Audiência Pública “Libra para Tod@s”
Foto: Assessoria
18/12/2019 11:30

Foi aprovado o Projeto de Lei que institui a Semana da Língua Brasileira de Sinais – Libras no Calendário Oficial de Eventos do Município de Dourados. De autoria do vereador Elias Ishy, a ser comemorada, anualmente, na semana que coincidir com o dia 24 de Abril (Dia Nacional de Libras), oficializado pela Lei Nº 13.055 em 22 de dezembro de 2014.

O projeto de Lei nacional atendeu a reivindicação da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), instituição dedicada à causa das pessoas surdas do Brasil, como parte da luta pelo reconhecimento e definitiva implantação da Libras. Já o referido Projeto de Ishy é fruto dos encaminhamentos das Audiências Públicas “Libras para Tod@s”, realizadas nos dias primeiro de agosto e oito de novembro na Câmara Municipal de Dourados, que tratava da implementação da língua na rede de ensino municipal.

Segundo as apoiadoras dos eventos, a atividade é considerada de extrema importância para se avançar no currículo de referência de Mato Grosso do Sul, proposto pela Base Nacional Comum Curricular - BNCC/MS, promovendo o uso e a difusão da língua, na constante busca pela igualdade, diversidade, equidade para o reconhecimento das identidades linguísticas, culturais e étnicas nas escolas.

Para o vereador, o reconhecimento e valorização das pessoas que compõe a comunidade surda são essenciais para que possamos avançar enquanto sociedade e aprender por meio das diferenças. “Todos temos nossas particularidades e devemos ser respeitados e compreendidos nelas, pois é isto que nos torna efetivamente humanos. Conhecer, aprender e multiplicar o conhecimento são etapas necessárias para evoluirmos e, além disso, de suma importância para a questão social da qual emana, primariamente, a empatia”, diz o texto da legislação.

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.