Olavo Sul afirma ter sido impedido de participar de reunião sobre fechamentos de séries de escolas municipais
12/12/2019 11:13

Nesta quarta-feira (11), o vereador Olavo Sul (Patriota) esteve na prefeitura, sendo a pauta o fechamento de salas do 8º e 9º ano de escolas municipais de Dourados, acompanhando pais, profissionais da educação e o Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados).

De acordo com Olavo, uma reunião foi marcada com a prefeita Délia Razuk (PTB) no Centro Administrativo Municipal (CAM) com o presidente da Câmara Municipal, Alan Guedes (DEM), e a Comissão de Educação.

 Mesmo não fazendo parte da comissão de educação o vereador Olavo Sul como representante da população foi até o local para participar da reunião, e mesmo com o pedido do presidente da Câmara Alan Guedes (DEM) para que o vereador participasse junto com alguns representantes, eles foram impedidos de participar da reunião.

“Lamentável o que aconteceu aqui, há alguns dias minha assessoria foi barrada de participar da reunião sobre o transporte escolar, agora barraram um vereador que está aqui a pedido da população? É muito triste isso estar acontecendo, embora seja uma prerrogativa da prefeita aceitar ou não a nossa presença, tenho que repudiar essa forma de administração, mas vamos permanecer aqui no CAM, junto com pais, professores e alunos”, disse Olavo.

Na saída da reunião em que participaram o presidente da Câmara, Alan Guedes (DEM), Idenor Machado (PSDB) e Elias Ishy (PT) que fazem parte da comissão de educação junto a prefeita, foi informado ao vereador Olavo e os demais presentes no saguão do centro administrativo, que amanhã haverá reunião com a Secretária de Educação Maria Cecilia em Campo Grande, afim de chegar a uma solução.

Ainda na manhã o vereador participou na E.E Nelson de Araújo de uma reunião sobre a municipalização, onde a comunidade escolar não aceitou a proposta que foi imposta, e o assunto também será discutido em Campo Grande.

O vereador apoiou a decisão da comunidade escolar em não aceitar a decisão.

“As escolas do município em sua maioria se encontram com falta de material e funcionários para limpeza, salas de tecnologia sucateadas e professores com salários escalonados, temos que melhorar essas escolas e não assumir mais, acredito que o melhor seria o estado continuar administrando a E.E Nelson de Araújo, se realmente tiver que ser feita a municipalização que o estado continue ao menos por mais um ano para que seja realizado com planejamento”, finalizou o vereador. (DA ASSESSORIA PARLAMENTAR)

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.