Liandra da Saúde homenageia mulheres em sessão na Câmara
Liandra da Saúde fez menção ao Dia Internacional da Mulher, durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Dourados
Foto: Valdenir Rodrigues
09/03/2021 08:21

A vereadora Liandra da Saúde (PTB) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Dourados na noite de ontem (08), em sessão alusiva ao Dia Internacional da Mulher, para homenagear o público feminino. Ela iniciou a fala destacando as ex-vereadoras e ex-presidentes da Câmara Municipal, Délia Razuk, Bela Barros, Margarida Gaigher e Daniela Hall, pelo trabalho realizado no comando do Poder Legislativo. “São mulheres que fizeram história e tiveram uma trajetória política que nos inspira”, enfatizou Liandra.

No discurso em homenagem às mulheres, a vereadora citou a servidora Hebe de Oliveira Barrios, em nome de quem cumprimentou todas as mulheres que trabalham na Câmara Municipal de Dourados. Liandra também citou a assessora Darlé Pacheco Valente, em nome de quem homenageou as demais assessoras parlamentares pelo profissionalismo, dedicação e competência.

Liandra da Saúde foi enfática no pronunciamento. “Hoje celebramos o Dia Internacional da Mulher, uma data simbólica que nos leva a refletir sobre as conquistas que o público feminino garantiu ao longo das décadas”, destacou. “Mas também devemos destacar o importante avanço que as mulheres conquistaram em Dourados, em todas as esferas, mas com destaque para o empreendedorismo”, completou ao citar a empresária Marta Campos, homenageada pelo pioneirismo na indústria de lingerie em Dourados.

A vereadora fez uma análise histórica do papel da mulher em Dourados. “Quando lembramos das importantes conquistas das mulheres douradenses é impossível falar do presente sem olhar para o passado”, destacou. “Nossa história é rica em detalhes sobre Marcelino Pires, Joaquim Teixeira Alves, Januário Pereira de Araújo, João Vicente Ferreira, Weimar Gonçalves Torres, entre tantos outros, mas pouco destaca a história das mulheres que estiveram ao lado desses pioneiros construindo a Dourados que temos hoje”, concluiu.

Ela lembrou que Dourados se emancipou em 1935, mas somente em 1988 a Câmara de Vereadores viu suas cadeiras ocupadas por mulheres pela primeira vez, ano em que foram eleitas Bela Barros e Lori Alice Gressler. “Essa situação comprova que ainda existe um longo caminho a ser percorrido na defesa não apenas dos nossos direitos, mas na participação mais efetiva de mulheres na política municipal, estadual e nacional”, destacou Liandra da Saúde.

A vereadora enfatizou que as mulheres estão construindo seu espaço na política, na vida profissional e empresarial. “Tudo isso sem deixar de ser mãe, esposa, dona-de-casa e muitas hoje ainda exercem a função de chefe de família, trabalhando em jornadas duplas para garantir o sustento daqueles que estão sob sua responsabilidade”, observou. “Neste Dia Internacional da Mulher não escondo o orgulho de ser uma das representantes do púbico feminino aqui nessa Casa de Leis, desafio que divido com minhas colegas Lia Nogueira e Daniela Hall, mas que num passado recente também foi enfrentado pelas ex-vereadoras Virgínia Magrini e Denize Portolan”, completou.

Liandra da Saúde também defendeu maior proteção às mulheres. “Tão importante quanto a presença da mulher na política é a conscientização da sociedade para o enfrentamento à violência contra a mulher”, argumentou. “Não podemos mais aceitar qualquer agressão, seja ela verbal ou física, e precisamos defender mecanismos capazes de proteger nossas mulheres da violência doméstica”, concluiu.

A defesa dos direitos das mulheres será uma das bandeiras de Liandra. “Precisamos combater as desigualdades salariais, enfrentar o assédio moral e sexual, garantir o acesso das mulheres às políticas públicas de geração de renda, inclusão social e cidadania”, afirmou. “Mais importante que criar direitos é fazer com que as conquistas sejam respeitadas e vamos trabalhar para que isso ocorra”, ressaltou. “Aproveito o Dia Internacional da Mulher para renovar o compromisso de trabalhar cada dia desse mandato em defesa do direito que as mulheres têm à moradia digna; à assistência médica gratuita e de qualidade; ao trabalho e renda para sustentar sua família com dignidade; aos programas de proteção em caso de violência doméstica e à educação pública eficiente e profissionalizante”, finalizou Liandra da Saúde.

Texto/Fonte:

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.