Juscelino Cabral se reúne com o deputado Luiz Ovando e defende tratamento precoce no combate à Covid-19
13/01/2021 08:16

O vereador Juscelino Cabral (DEM) reuniu-se com o deputado federal Dr. Luiz Ovando (PSL) recentemente para buscar alternativas que visam a implementação do protocolo de tratamento preventivo e precoce no combate ao SARS-CoV-2, o Novo Coronavírus (Covid-19).

Preocupado com o crescimento dos casos de Covid-19 na Grande Dourados, o vereador defende que o município adote mais um protocolo de combate ao vírus chinês. Ciente de seu papel como legislador e fiscal do bem público, Juscelino Cabral, que também foi acometido pela doença, entende que a forma de início dos tratamentos precisa ser antecipada precocemente e já nos primeiros sintomas, protocolo este que não foi o orientado nos primeiros atendimentos que ele recebeu.

Juscelino relata que só veio a melhorar quando adotou o uso do ‘Kit Covid’, conforme orientação médica particular. No intuito de buscar parcerias no âmbito federal, o vereador do DEM solicitou ao deputado federal Dr. Luiz Ovando o amparo do governo federal para que seja disponibilizado para a rede pública de Dourados, assim como em Campo Grande, ao menos a Hidroxicloroquina (medicamento que foi produzido pelas Forças Armadas), como meio alternativo no tratamento precoce em conjunto aos demais protocolos já adotados.

Luiz Ovando, que é médico cardiologista, geriatra, também médico do esporte e professor universitário, tem defendido em rede nacional, e em vários debates no meio médico e acadêmico, o uso do tratamento precoce da Hidroxicloroquina e demais medicamentos tais como Ivermectina, Azitromicina, Vitamina D, Zinco e Vitamina C.

O protocolo é controverso até mesmo na classe médica. No entanto, Dr. Luiz Ovando testemunha que ele utilizou o protocolo de tratamento precoce, receitando a todos os seus familiares e pacientes, obtendo êxito na recuperação de todos eles.

Existem vários estudos em andamento que visam de forma científica correlacionar tais medicamentos com a eficácia do tratamento. Um deles trata do uso também da Ivermectina, estudo denominado de ICON (Ivermectin in COvid Nineteen) publicado pela MedRxiv, onde a “ivermectina foi associada a menor mortalidade durante o tratamento de COVID-19, especialmente em pacientes que necessitaram de maior oxigênio inspirado ou suporte ventilatório”. – fonte: (https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.06.06.20124461v2).

Sabendo da necessidade de esclarecimento na adoção do uso de mais uma forma de combate à Covid-19 pelo ente público, Juscelino irá sugerir a realização de uma audiência pública para tratar do tema. Luiz Ovando já se prontificou e colocou-se à disposição para tratar do assunto juntamente com a classe médica, Legislativo e Executivo.

Por fim, o vereador buscará através da bancada federal de Mato Grosso do Sul, uma atuação mais efetiva nas medidas que possam proporcionar aos cidadãos da Grande Dourados, melhor estrutura de atendimento na Saúde, seja na prevenção, na busca de tratamento precoce eficiente, na busca de mais leitos e recursos que atenderão não somente o combate ao Coronavírus, mas de todas as demais frentes de trabalho.

Atento às demandas, sabe que um trabalho em parceria com o Legislativo Federal tende a dar mais condições ao prefeito Alan Guedes, para que num curto espaço de tempo, possa implementar soluções tão urgentes que o município necessita.

Texto/Fonte:

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.