Fabio Luis volta a denunciar indiferença da Funsaud com pagamento de médicos
O vereador usou a fala na tribuna para, mais uma vez, expor a situação caótica na fundação que gerencia HV e UPA
Foto: Assessoria
19/11/2021 08:48

 

O vereador Fabio Luis (Republicanos) voltou a denunciar na tribuna da Câmara de Dourados o fato de médicos ligados à Funsaud ainda estarem com salários atrasados. Em conversa com alguns dos profissionais, o parlamentar ouviu que os pagamentos estão retidos há mais de 90 dias, mesmo com cumprimento de jornada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e no Hospital da Vida.

As duas unidades são porta aberta para o SUS (Sistema Único de Saúde) no município, atendendo pacientes de toda a macrorregião.

Durante sessão ordinária nesta semana, o vereador expôs o valor milionário da folha salarial da fundação, responsável por gerir a UPA e o HV, referente ao mês de outubro. O montante é de mais de R$1,9 milhão.

Desde o início do ano Fabio Luis e diversos outros parlamentares vêm denunciando o caos administrativo e financeiro que a fundação enfrenta desde que foi criada. Ele voltou a cobrar uma auditoria das contas e destinou a responsabilidade para a Secretaria Municipal de Saúde, mantenedora da autarquia.

Segundo o parlamentar, a Funsaud não teria os recursos necessários nem mesmo para auditar suas movimentações financeiras como forma de provar o desempenho com o dinheiro público.

Nas redes sociais o parlamentar afirmou ser cansativa a discussão a respeito dos problemas que entornam a Funsaud, mas garantiu que até que se construa uma solução, ele estará à frente das fiscalizações.

“É cansativo discutir os problemas da Funsaud, mas não vou desistir de questionar e cobrar. Se é dela [Funsaud] que vem o atendimento à população, então precisamos repensar as condições dessa autarquia”, afirmou.

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.