Elias Ishy quer Dourados reconhecida como cidade agroecológica
Vereador Elias Ishy em reunião na Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul
Foto: Assessoria
12/02/2021 09:30

O vereador Elias Ishy (PT) e o prefeito de Dourados, Alan Guedes, foram candidatos que assinaram uma carta-compromisso com a agroecologia nas eleições de 2020, onde se comprometeram com a defesa da agricultura familiar, da segurança e soberania alimentar. Eleitos, por meio de articulação do parlamentar, eles se reuniram com produtores orgânicos e representantes de diversas instituições ligadas ao setor na quarta-feira (10). 

A reunião foi realizada na filial da APOMS (Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul) no município e contou com a presença do secretário municipal, Ademar Zanatta. 

Ishy afirmou que vai lutar para que Dourados seja reconhecida como cidade agroecológica. Para o prefeito, os desafios são enormes para esta gestão, mas é possível trabalhar por esse projeto. Ele está aberto ao diálogo e lembrou que, inclusive, esteve em Brasília debatendo a construção da Ceasa (Central de Abastecimento de Hortifrutigranjeiros).  

Uma pequena amostra de produtos foi apresentada aos gestores, assim como da economia solidária, bem como reivindicações de mulheres, indígenas, quilombolas e até mesmo da universidade, quanto às ofertas de curso para incentivo, espaço e manutenção de estradas.  “O ponto de comercialização é comum a todos. A ideia é fazer com que eles tenham mais canais, mais diretos. Com a Ceasa pronta, também devemos estar prontos”, enfatizou o produtor Olácio Komori para Alan Guedes. 

Segundo ele, a proposta da carta era justamente baseada em experiências concretas de municípios que conseguiram implementar políticas públicas de fomento ao bem viver nesta área, da produção familiar e de construção de alternativas sustentáveis de desenvolvimento rural e vai ao encontro do Plano Municipal de Governo apresentado por Guedes. “Juntamos as nossas necessidades e pedimos atenção do Poder Público”, afirma.

Por fim, ele destacou o trabalho da ANA (Articulação Nacional de Agroecologia), um espaço de convergência, que reúne centenas de grupos, associações e organizações não governamentais em todo o país, além de 15 movimentos sociais de abrangência nacional. Para ele, é muito importante estar cada vez mais integrado e, se possível, trazer eventos para o município junto a nacional.

Serviço

Para quem deseja adquirir os produtos, atualmente, podem ser encontrados na Feira Agroecológica, no Parque dos Ipês, toda terça-feira, e na loja da Economia Solidária, na rua Isidoro Pedroso, 115 (subesquina com a Weimar Torres). 
 

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.