Elias Ishy propõe audiência pública sobre financiamento empresarial de campanhas eleitorais
31/03/2015 08:09

Para ele, está comprovado que financiamento empresarial é a principal porta para a corrupção no setor público no país

A Câmara Municipal de Dourados realizará no próximo dia 29 de abril a audiência pública “Reforma Política: as consequências do financiamento empresarial nas campanhas eleitorais”, proposta pelo vereador Elias Ishy (PT).

“Está comprovado que o financiamento empresarial de campanhas eleitorais é a principal porta para a corrupção no setor público em nosso país. A prestação de contas dos partidos aos tribunais eleitorais revela que nas eleições de 2014, 360 dos 513 deputados federais eleitos receberam recursos de pelo menos uma das dez empresas que mais fizeram doações, a maioria empreiteiras que depois acabam realizando as obras públicas, quase sempre superfaturadas. Não adianta reforma política se este modelo de financiamento de campanhas não for extinto. Propomos esta audiência pública com o objetivo de contribuir com o debate desse tema que afeta toda a sociedade brasileira”, afirma Ishy.

O Supremo Tribunal Federal (STF) já votou por maioria a proibição de doações de empresas a candidatos, mas dia 2 de abril completará um ano que o ministro Gilmar Mendes pediu vista do processo e adiou a decisão para data indefinida.

Dados do Tribunal Superior Eleitoral sobre as eleições de 2014 apontam que em Mato Grosso do Sul os candidatos que mais gastaram foram eleitos e declararam os seguintes valores — deputado estadual: R$ 2.746.305,78; deputado federal: R$ 4.298.808,33; senador: R$ 3.239.893,61 e governador: R$ 25.323.019,00.

“Todos os dados demonstram que a maioria dos candidatos é eleita pelo poder do capital empresarial. Infelizmente, este é o modelo permitido, mas é preciso acabar com isso, pois vemos que ao final o custo é oneroso demais para toda a sociedade”, afirma Ishy.

A audiência contará com palestra sobre o tema e entre os debatedores haverá representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB – Seccional Dourados), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Comitê de Defesa Popular e Associação Comercial e Empresarial de Dourados (ACED).


“Dados comprovam que o financiamento empresarial de campanhas eleitorais é a principal porta para a corrupção”, aponta Elias Ishy (Foto: Thiago Moraes)

Texto/Fonte:

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.