Elias Ishy defende política municipal de segurança pública
- O vereador solicita informações à prefeitura sobre investimentos na área, Guarda Municipal, Ambiental e vigilantes patrimoniais -
Segundo Ishy, a área é extremamente importante na garantia de proteção dos cidadãos
Foto: Valdenir Rodrigues/CMD
02/09/2021 11:18

O vereador Elias Ishy (PT) encaminhou requerimento à administração solicitando informações referentes à política municipal de Segurança Pública. Segundo ele, a área é extremamente importante na garantia de proteção dos cidadãos e a Guarda Municipal de Dourados é uma opção na soma do processo, pela confiança nos órgãos de proteção e, consequentemente, uma melhora na problemática social.

Ishy questiona se existe algum convênio ou parceria oficializada com o Governo do Estado e, caso positivo, para que a gestão detalhe a execução e os repasses realizados, inclusive de equipamentos, no período de 2000 a 2021. Ele também pede que seja encaminhado o relatório referente ao Fundo, detalhando a entrada de recursos e os gastos executados de janeiro de 2020 a setembro de 2021.

Quanto à GM, o vereador requisitou o relatório de ações, os principais problemas estruturais, que afetam o desempenho dos trabalhos prestados à comunidade douradense, o número de viaturas à disposição, se ideal ou não para atendimentos, além dos repasses realizados ao órgão pelo Governo Federal. Ishy ainda pergunta quanto a Guarda Ambiental, as infrações e o valor arrecadado. 

Sobre os vigilantes patrimoniais, ele quer saber qual o número lotados na prefeitura, o montante gasto na folha de pagamento da categoria, bem como a previsão de ações ou investimentos para ampliação e melhoria dos serviços prestados. O vereador também cobra sobre a atuação, as instituições e equipamentos públicos que possuem o serviço. Ele interroga em relação ao abono periculosidade, se há estudos para viabilizar esse direito aos vigilantes.

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.