Elias Ishy atua contra fechamento de salas de aula na Escola Neil Fioravante - CAIC
Presidente da Comissão de Educação, vereador faz mediação do diálogo entre a comunidade escolar e Poder Público
Elias Ishy durante reunião com o Simted
Foto: Assessoria
18/12/2020 08:27

Nesta semana, a Comissão de Educação da Câmara de Dourados, presidida pelo vereador Elias Ishy (PT), realizou uma reunião para mediar o diálogo entre a comunidade da Escola Neil Fioravante e a gestão municipal contra o fechamento de salas de aula do 6º ao 9º ano. O parlamentar solicitou a interrupção das matrículas dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, assim como a lotação dos professores, devido à CI. Nº 71/2020 - do encerramento de dez turmas da respectiva unidade, até que o impasse fosse resolvido.

A comunidade escolar se reuniu no Plenário da Câmara para debater o assunto e dali encaminharam o posicionamento contrário à decisão, devido aos impactos sociais, ligados às vagas e ao transporte, além dos que podem ocorrer no financiamento da educação municipal e na vida funcional dos professores. Uma reunião com o secretário de educação, Upiran Gonçalves, também foi realizada para intermediar a situação. Além de Ishy, participaram dos encontros os vereadores Idenor Machado (PSDB) e Sérgio Nogueira (PSDB) e a vereadora Daniela Hall (PSD). 

O Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação) de Dourados afirmou que o tema não havia sido debatido até então e que a decisão afetaria não só os servidores, como mais de 400 famílias. O presidente eleito do Simted, Thiago Coelho, explica que isso leva os pais de alunos a procurarem “vagas na Rede Estadual e se matricularem em escolas distantes do local onde residem, mesmo que a Constituição Federal, a LDB e os Planos de Educação estabeleçam que município e estado devem atuar em regime de colaboração na responsabilidade em ofertar turmas do ensino fundamental”. O grupo defendeu a necessidade de que a decisão da Secretaria fosse revista. 

Ficou acordado que a direção da Escola encaminharia um documento para a supervisão da Secretaria com alternativa para resolver o problema, o que já foi realizado. Os envolvidos aguardam agora o retorno oficial da gestão municipal, inclusive sendo a sexta-feira (18) o último dia do ano para lotação de professores. Para eles, no entanto, esse diálogo já foi um grande avanço. 

Uma Comissão Técnica foi criada para acompanhar o processo e analisará os números apresentados. Os relatos demonstram a preocupação com o planejamento e a gestão escolar. O levantamento inicial dá conta também da necessidade de mais escolas e estrutura para a rede, além da responsabilidade do Estado. Para o Simted, atualmente, há uma política equivocada com infraestrutura insuficiente. Eles também já propuseram uma agenda com o prefeito eleito, Alan Guedes. Os dados sobre a pasta já estariam em mãos da equipe de transição, segundo a atual administração. 

Texto/Fonte: Assessoria Parlamentar

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.