Drº Diogo Castilho cobra ações de combate à dengue em Dourados
Vereador drº Diogo Castilho (DEM)
Foto: Valdenir Rodrigues/CMD
03/02/2021 11:08

Diante do aumento considerável no número de notificações e casos confirmados de dengue em Dourados, o vereador e médico drº Diogo Castilho (DEM) enviou ao Departamento de Vigilância em Saúde, sob responsabilidade de Emerson Eduardo Corrêa, ofício solicitando a intensificação das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e do Zika Vírus.

Preocupado, o vereador questionou o departamento sobre quais ações preventivas estão sendo desenvolvidas no município, como será destinada a verba para fiscalização e combate à dengue, se os recursos serão próprios ou verbas de repasse do Estado e União, e cobrou também a elaboração e implementação do Plano Municipal de Contingência.

“Não podemos nos esquecer da dengue, é uma doença que também mata e nesse período de chuva que estamos vivendo, água acumulada, quintais e terrenos baldios sem os devidos cuidados, são locais perfeitos para a proliferação do mosquito transmissor”, comentou Diogo.

O mais recente boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES), publicado em 27 de janeiro, mostra que Dourados, a maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul, contabilizava 13 casos prováveis de dengue, e duas confirmações.

O Estado, que em 2020 ocupou o segundo lugar entre as unidades da federação com mais notificações pela doença, já registrou desde 1º de janeiro, 724 possíveis casos da doença. “Aproveitemos esse tempo que estamos passando em casa para fiscalizar e acabar com possíveis focos do mosquito. Tampar caixa d’água, cobrir pneus, garrafas, colocar areia nos pratinhos de plantas, ações que parecem simples, mas que podem salvar vidas”, finalizou o vereador.

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.