Diogo Castilho cobra solução para falta de medicamentos na farmácia municipal
Vereador reforçou o compromisso do mandato com o trabalho para garantia do acesso da população à saúde pública de qualidade
Foto: Valdenir Rodrigues/CMD
05/08/2021 11:11

O vereador Diogo Castilho (DEM) cobrou da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados uma solução efetiva para o problema da falta de medicamentos ofertados à população gratuitamente na Farmácia Municipal da cidade, além de outros atendimentos que também estão prejudicados e dificultam o acesso para quem depende do SUS (Sistema Único de Saúde).

Conforme destacado pelo vereador durante sua fala na 25ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, na segunda-feira (2), esses são problemas antigos na saúde do município e que, no caso da falta de remédios, por exemplo, trazem prejuízo a tratamentos imediatos ou contínuos dos pacientes.

“Venho falar como um cidadão que está em busca do bem comum a todos. Dourados hoje está sob saúde plena e me pergunto cadê a nossa plenitude, o atendimento de especialistas, as cirurgias eletivas ou o medicamento nas farmácias públicas? Conversando com o Waldno [secretário municipal de saúde] ele garantiu que até o final do mês essa demanda que já tem oito meses de falta de remédios será suprida, porque serão compradas medicações pelo menos para até o final do ano”.

Ainda durante a fala na tribuna da Casa de Leis, Diogo reforçou o compromisso do mandato com o trabalho para garantia do acesso da população à uma saúde pública de qualidade. 

“Gostaria de falara diretamente com você cidadão sobre o seu direito constitucional que está lá na Constituição Federal de 1988 que é o direito a saúde, que é um dever do Estado ofertar a você de forma pública, sem custos e com dignidade. Somos todos iguais, esse é o princípio. Mas os iguais têm as suas individualidades e elas são as necessidades do que cada ser e cada indivíduo precisa”.

Demais indicações e requerimentos

Ainda durante a Sessão, o vereador apresentou indicação para serviços de manutenção de iluminação, poda de árvores e material de limpeza para a Praça Altino Antunes do Nascimento, no distrito de Itahum.
Houve indicação também para a garantia antes do retorno das aulas presenciais da manutenção da parte elétrica e da estrutura física da Escola Municipal José Eduardo Canuto Estolano Perequete.

Com relação aos requerimentos, foram encaminhadas duas demandas. A primeira solicitando novamente informações sobre os gastos da prefeitura com os serviços de publicidade (mídias digitais, impressão, meios de comunicação em massa) durante o período de 1 de janeiro a 1 de agosto deste ano, demanda que já havia sido encaminhada em março deste ano e até o momento não teve resposta detalhada da Secretaria Municipal de Governo.

A segunda demanda foi a solicitação de informações sobre a aplicação efetiva do ‘Projeto e construção de habitação de interesse social’, previsto na Lei Federal nº 11.888 de 24 de dezembro de 2008 e que estabelece que seja assegurado às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita de engenheiros ou arquitetos que possam não somente entregar a planta de uma construção, mas também conduzir um acompanhamento para verificar se a obra está dentro das normas adequadas e seguras.
 

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.