Diálogo sobre políticas culturais aponta possíveis mudanças no orçamento para 2022
Vereador Elias Ishy reunido com produtores culturais, na Câmara Municipal
Foto: Assessoria
02/12/2021 08:28

 

O vereador Elias Ishy (PT) afirmou que vai trabalhar pela adequação e melhora do orçamento de 2022 para a cultura. As mudanças estão sendo construídas ouvindo a categoria, Fórum, Conselho e outros artistas, produtores, bem como o governo municipal. Uma reunião para debater a política cultural foi realizada na terça-feira (30) e demonstrou a situação dos profissionais, os desafios e anseios, como quanto ao FIP.

O parlamentar deve protocolar as emendas nesta quarta-feira, dia primeiro de dezembro. Ele lembrou que esse ano trabalhou pela desburocratização de acesso a editais, principalmente devido a pandemia que dificultou a vida da categoria. Ele solicitou que o Sistema de Cultura seja aprovado ainda em 2021 e a própria secretaria também apontou avanços, como a realização de um concurso para o próximo ano. “Precisamos sempre desse diálogo franco e transparente”, afirma ele.

O prefeito Alan Guedes (PP) foi representado pelo servidor Oscar Kruger, que enfatizou o quanto o gestor municipal é “sensível à causa". Também estiveram presentes o secretário municipal de Cultura Francisco Kinho Chamorro e a equipe técnica composta por Andiara Pacco Coquemala, Marcelo Ribeiro Costa e Davilene de Sousa Borges. Ishy recebeu recentemente respostas aos vários questionamentos que foram compartilhados na reunião.

Participaram da atividade ainda a presidente do Conselho, Nery Fernandes, os artistas Henrique Silveira, Jaciara Maischmer, Beatriz Gabriele Rodrigues, Kayque Rodrigues Paiva e Marcely Mendes. O vereador enfatizou que o debate deveria ser aprofundado, por isso a proposição do encontro. “Estamos dialogando para avançarmos juntos, garantir o acesso aos mecanismos, pela igualdade, diversidade, uma boa gestão e financiamento”, enfatiza.

Segundo a secretaria, a nova administração teve como indicação inicial entender o funcionamento do departamento e verificar as demandas, buscando ainda auxiliar os espaços culturais e os trabalhadores e trabalhadoras na produção. Reafirmando, ainda, a importância de se construir um cronograma de metas de 2022 a 2025. “Com isso construiremos uma nova história”, afirmou o secretário.

Texto/Fonte: Assessoria

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.