‘Café com presidente’ recebeu demandas de moradores e síndicos de conjuntos habitacionais
Semanalmente, o presidente Laudir Munaretto recebe demandas da população em reunião no gabinete
Foto: A.Frota
18/08/2021 11:36

O ‘Café com o presidente’, espaço aberto semanalmente à população douradense pelo presidente da Câmara de Dourados, vereador Laudir Munaretto (MDB), recebeu na manhã desta quarta-feira (18), no gabinete, síndicos e moradores dos residenciais Roma I, II e III e também do Ildefonso Pedroso.

Durante o encontro, os moradores dos conjuntos habitacionais apresentaram reivindicações para melhorias estruturais nesses locais e também um pedido de apoio com relação a questões legais ou de regularização que envolvem os apartamentos.

Alguns dos imóveis, por exemplo, estão desocupados, ainda que atualmente muitas famílias estão na fila por uma moradia junto à Agehab (Agência de Habitação Popular).

Foram levantados questionamentos sobre o alto valor de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), que segundo relatado pelos moradores, precisaria ser revisto por não ser muito condizente com a localidade ou tamanho dos imóveis populares.

Além disso, também foram apresentadas demandas sobre iluminação e segurança pública na região dos residenciais, que abrigam milhares de famílias.

Laudir se prontificou, em nome da Casa, a intermediar junto à Prefeitura de Dourados e também ao Ministério Público as demandas apresentadas.

“Nos colocamos à disposição para encaminhar essas reivindicações por intermédio do legislativo, junto ao setor de habitação da prefeitura e também ao Ministério Público. Nos cabe fazer essa ponte para auxiliar nas demandas e esse é nosso compromisso”, destacou o presidente.

Na semana passada, a equipe do mandato de Laudir já havia intermediado uma reunião na Agehab para tratar dessas solicitações.

Há, por exemplo, recursos em caixa para aperfeiçoamentos nos condomínios, como a finalização de obras de muros, construção de parques e quadras, além de manutenção da parte elétrica e academias ao ar livre.

O vereador trabalha junto à Prefeitura para que esse recurso que soma pouco mais de R$ 140 mil e é proveniente da sobra de valor de convênio com a Caixa Econômica Federal, seja liberado. Os condomínios foram construídos por meio do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.


 

Texto/Fonte: Assessoria CMD

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.