Bebeto tem requerimentos respondidos pelo Governo do Estado e Prefeitura
05/05/2016 07:40

Entre as solicitações do vereador Bebeto (PR), os requerimentos estão entre os principais encaminhamentos protocolados na Câmara Municipal de Dourados. Recentemente, em resposta ao documento encaminhado ao Governo do Estado, relacionado às áreas destinadas à construção de moradias populares nos distritos, a secretária estadual de Habitação, Maria do Carmo Avesani Lopez, informou que se encontra em análise na Caixa Econômica Federal, projetos que visam à construção de novas moradias através do programa Minha Casa Minha Vida, que irão beneficiar 40 famílias no distrito de Indápolis e 45 em Vila Formosa.

Em outra resposta ao requerimento com relação ao cronograma de implantação da Ceasa (Central de Abastecimento) em Dourados, o diretor da Agraer, Enelvo Iradi Felini, afirmou por meio de ofício encaminhado ao gabinete do vereador Bebeto, que após a conclusão dos projetos de engenharia civil, deverá ser iniciado processo de licitação da obra, que tem como valor inicial aproximadamente R$ 7 milhões. "Agradecemos o apoio recebido dessa Câmara de Vereadores, em especial do vereador Bebeto, por acreditar nesse grande e importante projeto para o município de Dourados e região", concluiu Enelvo Feline.

Bebeto também destaca outros requerimentos respondidos recentemente pela administração municipal, entre eles pedido de informações com relação à substituição ou manutenção do ônibus coletivo que faz a linha entre Dourados ao distrito de Macaúba. Segundo o secretário municipal de Governo, José Jorge Filho, a referida linha é contemplada por um veículo ano 2010, ao qual foi deslocado da universidade para dar cobertura nesta linha e que na revisão obrigatória dos veículos serão apurados os defeitos que possam ser cobrados reforma à concessionária.

AGROVILA FORMOSA

Em requerimento direcionado a Prefeitura de Dourados, Bebeto pede informações quanto à regularização dos lotes da Agrovila Formosa. Em resposta, o secretario municipal de Governo, afirmou que a aprovação para o registro em cartório do loteamento sofreu alterações solicitadas pelo Incra, motivo que ocasionou atraso, porém as pendências foram sanadas e todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para posterior registro definitivo de cada título entregue. O documento informa ainda que em aproximadamente 40 dias poderão ser iniciados a averbação em cada matrícula e registro dos lotes.




Texto/Fonte:

Informativo da Câmara

Cadastre seu e-mail para receber novidades da Câmara Municipal de Dourados.